NOTÍCIAS

Fernando Gaitán, criador de Yo soy Betty, La Fea morre aos 58 anos

Aos 58 anos, morreu Fernando Gaitán, autor de “Yo soy Betty, La Fea” , a telenovela de maior sucesso da história. O escritor entrou às 13:46 horas no serviço de emergência da Clinica del Country, em Bogotá, Colômbia, para uma parada cardíaca e sem responder às manobras de reanimação.

A notícia invadiu as redes sociais e uma das primeiras a se despedir foi a atriz Margarita Rosa de Francisco , estrela de “Café com o Aroma de Mulher”, escrita por Gaitán.

Ana María Orozco, a atriz que deu vida à inesquecível “Betty Pinzón Solano” em “Yo soy Betty, La Fea”, que recentemente trabalhou com Gaitán no retorno do elenco original para a versão teatral da história de “Betty”, também lamentou a perda e postou em suas redes sociais:

Fernando Gaitán criou “Betty” inspirada no secretário de um alto executivo do Canal RCN. Desde 1995, ele sabia que havia algo especial em sua história, mas não era a hora de produzi-la.

No final dos anos noventa, o presidente da RCN, Gabriel Reyes, pediu a Gaitán uma história original para uma possível produção, e lá estava “Betty” e sua inesquecível história de amor e tragédia. Gaitán escreveu 169 episódios. Foi um sucesso retumbante e foi imediatamente vendido ao ar em 180 países, apelidado em 25 idiomas. Atualmente a Record TV exibe a trama Bela, a Feia baseada na história de Gaitán.

Atualmente Betty in Nova York está sendo produzida pela Telemundo Global Studios para a Telemundo. Mais uma versão da trama de maior sucesso da história.

Descanse em paz querido Fernando!

Deixe Sua Opinião Aqui