Biografia de Jessica Coch, a vilã Roberta de Quando Me Apaixono

Jessica Coch é uma das vilãs mais queridas das novelas mexicanas. Atualmente em Quando Me Apaixono como Roberta, a atriz, embora já tenha se aventurado em outros papéis, é sempre lembrada por suas atuações como antagonista nas mexicanas. No entanto, por alguns anos ela se afastou dos melodramas e a seguir, contaremos o que aconteceu com ela.

Jessica Alejandra Coch Montes de Oca nasceu em 4 de novembro de 1979 no estado de Puebla, no México, fruto da relação entre seus pais, um argentino e uma mexicana. Em 2003, aos 23 anos, ingressou no Centro de Educação Artística Televisa (CEA), onde iniciou a sua formação como atriz.

Jessica Coch


Três anos depois, em 2006, Jessica teria sua primeira oportunidade de trabalho participando da novela ‘Código Postal‘, ao lado de outros jovens atores como José Ron, África Závala, Altair Jarabo, Eugenio Siller, Jackie García e Ferdinando Valencia. Nessa produção ela iniciaria sua carreira como vilã.

Após esta produção, Jessica continuaria a se consolidar como uma grande antagonista das novelas ao participar de ‘Palabra de Mujer‘ (2007), ‘Meu Pecado’ (2009), ‘Quando Me Apaixono‘ (2010) e ‘Un Refugio para el amor‘ (2012).

Jessica Coch em Um Refúgio Para o Amor

Em ‘Um refúgio para o amor‘, Jessica deu vida à malvada ‘Gala’, que na companhia de sua mãe ‘Julie’ (Frances Ondiviela), faria o impensável para conseguir o amor de ‘Rodrigo Torreslanda’, interpretado por Gabriel Soto. No entanto, em 2014, Jessica voltou às novelas com um papel muito diferente em ”Muchacha italiana viene a Casarse”, já que ‘Tania Casanova’, sua personagem, era uma mulher de sentimentos nobres, mas com grande vício em álcool.

Um ano depois, em 2015, Jessica deu vida a uma personagem de dupla personalidade, ‘Tamara Altamirano de Lopezreina’, que à noite se transformava em ‘Monalisa’, uma mulher que, insatisfeita com a vida sexual de seu casamento, buscava prazer em outros lugares.

Para 2017, a sua carreira passaria por uma transformação radical ao aparecer em ‘Mi Marido Tiene Familia‘ com um papel totalmente diferente, o da doce ‘Marisol Córcega Gómez’. Porém, após esse papel, Jessica se afastaria das novelas e voltaria ao teatro com a peça ‘Divinas‘, entre 2018 e 2019.
Jessica Coch é uma das vilãs mais queridas das novelas mexicanas. Atualmente em Quando Me Apaixono como Roberta, a atriz, embora já tenha se aventurado em outros papéis, é sempre lembrada por suas atuações como antagonista nas mexicanas. No entanto, por alguns anos ela se afastou dos melodramas e a seguir, contaremos o que aconteceu com ela.  Jessica Alejandra Coch Montes de Oca nasceu em 4 de novembro de 1979 no estado de Puebla, no México, fruto da relação entre seus pais, um argentino e uma mexicana. Em 2003, aos 23 anos, ingressou no Centro de Educação Artística Televisa (CEA), onde iniciou a sua formação como atriz.  Três anos depois, em 2006, Jessica teria sua primeira oportunidade de trabalho participando da novela 'Código Postal', ao lado de outros jovens atores como José Ron, África Závala, Altair Jarabo, Eugenio Siller, Jackie García e Ferdinando Valencia. Nessa produção ela iniciaria sua carreira como vilã.  Após esta produção, Jessica continuaria a se consolidar como uma grande antagonista das novelas ao participar de 'Palabra de Mujer' (2007), 'Mi Pecado' (2009), 'Quando Me Apaixono' (2010) e 'Un Refugio para el amor '(2012).  Em 'Um refúgio para o amor', Jessica deu vida à malvada 'Gala', que na companhia de sua mãe 'Julie' (Frances Ondiviela), faria o impensável para conseguir o amor de 'Rodrigo Torreslanda', interpretado por Gabriel Soto. No entanto, em 2014, Jessica voltou às novelas com um papel muito diferente em ''Muchacha italiana viene a Casarse', já que 'Tania Casanova', sua personagem, era uma mulher de sentimentos nobres, mas com grande vício em álcool.  Um ano depois, em 2015, Jessica deu vida a uma personagem de dupla personalidade, 'Tamara Altamirano de Lopezreina', que à noite se transformava em 'Monalisa', uma mulher que, insatisfeita com a vida sexual de seu casamento, buscava prazer em outros lugares.  Para 2017, a sua carreira passaria por uma transformação radical ao aparecer em 'Mi Marido Tiene Familia' com um papel totalmente diferente, o da doce 'Marisol Córcega Gómez'. Porém, após esse papel, Jessica se afastaria das novelas e voltaria ao teatro com a peça 'Divinas', entre 2018 e 2019.  Atualmente, Coch se dedica a outra de suas paixões: o futebol, o que a levou a criar um programa totalmente dedicado a esse esporte em seu canal no YouTube, onde frequentemente entrevista grandes personalidades do esporte, para quem se interessar iriei deixar o link aqui na descrição.
Jéssica Coch em Mi Marido Tiene Família

Atualmente, Coch se dedica a outra de suas paixões: o futebol, o que a levou a criar um programa totalmente dedicado a esse esporte em seu canal no YouTube, onde frequentemente entrevista grandes personalidades do esporte, para quem se interessar iriei deixar o link AQUI

https://youtu.be/10VNYIWUhUE